Busca Por Receitas

 
 

Clique aqui e veja as receitas dos

 

 


 

 

 

Receitas Recomendadas

-- Carnes --

 
Aprenda a preparar o fígado com jiló gourmet
 

Veja a Receita >>

-- Doces e Sobremesas --

 
Torta de Banana Cartola Mineira no Terra de Minas por Rosilene Campolina
 

Veja a Receita >>

 

Bruschettas Italianas - Torradas com Tomate e Alho

 



1 bisnaga de pão italiano

4 tomates sem sementes bem picadinhos

2 dentes grandes de alho grandes e inteiros

200 ml de azeite

1 maço de manjericão fresco em folhas

parmesão ralado para polvilhar.

 





Fatie o pão em fatias grossas (1 cm) e asse-o rapidamente, mantendo o seu meio ainda macio. Retire do forno e esfregue o dente de alho inteiro em cada fatia. Leve ao forno novamente por apenas alguns segundos. Reserve aquecido. Despreze a água dos tomates e misture azeite, manjericão e tempere a gosto. Coloque uma porção (1 colher de sopa) sobre cada fatia. Decore com folhinhas de manjericão como na sugestão do Portal Gastronômico WWW.chefachef.com.br Sirva imediatamente com um bom vinho toscano!

Bom apetite!

 

Toque de chef:a bruschetta (se lê brusqueta) é de origem italiana. Criada pelos camponeses das regiões de Lazio e Abruzzo, a receita era uma forma de aproveitar as sobras de pães do dia anterior. Tão apreciada, caiu logo no gosto de todos os italianos e também de outros povos, se tornando um antepasto indispensável na culinária mediterrânea. Existem muitas variações de bruschettas, basta escolher a guarnição de sua preferência e seguir a mesma receita. Se usar queijos, aqueça as bruschettas até os mesmos derreterem e sirva logo em seguida!   

Curiosidades: O termo bruschetta (pronuncia-se brusqueta) é originário das regiões Lazio e Abruzzo, derivada da palavra bruscato (tostado ou torrado no forno ou na grelha). Há também outros nomes para bruschetta, como fetunta, na região da Toscana, derivado das palavras fetta unta, isto é, fatia untada, no caso, com azeite de oliva.

Esta saborosa iguaria italiana, pouco conhecida no Brasil, saboreada em todo território italiano, nas mais diversas formas, tem sua origem na antigüidade entre os trabalhadores rurais, quando o pão era seu principal alimento e se constitui numa forma gostosa de se aproveitar o "pão velho", que sobra de um dia para outro.

O termo bruschetta (pronuncia-se brusqueta) é originário das regiões Lazio e Abruzzo, derivada da palavra bruscato (tostado ou torrado no forno ou na grelha). Há também outros nomes para bruschetta, como fetunta, na região da Toscana, derivado das palavras fetta unta, isto é, fatia untada, no caso, com azeite de oliva.

Esta saborosa iguaria italiana, pouco conhecida no Brasil, saboreada em todo território italiano, nas mais diversas formas, tem sua origem na antigüidade entre os trabalhadores rurais, quando o pão era seu principal alimento e se constitui numa forma gostosa de se aproveitar o "pão velho", que sobra de um dia para outro.

O termo bruschetta (pronuncia-se brusqueta) é originário das regiões Lazio e Abruzzo, derivada da palavra bruscato (tostado ou torrado no forno ou na grelha). Há também outros nomes para bruschetta, como fetunta, na região da Toscana, derivado das palavras fetta unta, isto é, fatia untada, no caso, com azeite de oliva.

Esta saborosa iguaria italiana, pouco conhecida no Brasil, saboreada em todo território italiano, nas mais diversas formas, tem sua origem na antigüidade entre os trabalhadores rurais, quando o pão era seu principal alimento e se constitui numa forma gostosa de se aproveitar o "pão velho", que sobra de um dia para outro.

A clássica bruschetta é feita com uma fatia de pão italiano rústico, de farinha escura e grossa, de casca dura, tostada na grelha, esfregada com alho, untada com abundante azeite e polvilhada com sal e eventualmente com pimenta-do-reino.

Como os pães italianos são diversificados variando de região para região, a bruschetta possui sabor e aparência com características distintamente regionais. Na Puglia e na Campania, por exemplo, é feita com um pão crocante, chamado frisella ou frisedda. Na Calábria, Sicília e Basilicata, a bruschetta é feita com um pão comprido de semolina e sementes de gergelim, guarnecido com tomates, azeite e orégano (como na receita que estou propondo abixo).

Embora certas guarnições seriam mais adequadas para determinados tipos de pães, pode-se garantir uma boa bruschetta somente com um bom pão e um azeite de oliva de boa qualidade. A pimenta-do-reino moída na hora também dá um sabor especial. Prefira tostar o pão na grelha ao invés de torrá-lo no forno, pois assim ele fica macio por dentro e com uma casca crocante externamente. Se usar queijo e quiser derretê-lo, coloque as brusquetas em forno alto, por alguns minutos, impedindo assim que o pão endureça.

Fonte: http://frugal.blogspot.com.br/2005/09/delcia-de-bruschetta.html



 
 

Chef a Chef ® 2008 - portalgastronomico@chefachef.com.br - Todos os direitos reservados